20 de abr de 2007

Torre à vista...


"A Torre de Belém é o mais peregrino entre os mais belos monumentos da nossa arquitectura", diz-nos Ramalho Ortigão com alguma razão dada a originalidade deste edifício que acaba por ser um símbolo do poder real, concebido por Francisco de Arruda, uma vez que dali se controlava o que vinha dos negócios das possessões ultramarinas e cobrava as taxas das armadas que fundeavam no Tejo, obrigando os navios a acostar à Torre, na altura uma ilha a mais de cem metros da margem... não descurando nunca a defesa, fazendo para isso fogo cruzado com a Torre Velha, do outro lado do rio a da qual existe muito pouco.
D. Manuel decide arrancar com as obras da "torre em Restrelo Velho" que acaba por ter a forma de um galeão, a fazer lembrar da "Grande Nau" que efectivamente se encarregava de fazer fogo cruzado até a obra terminar.
A obra decorreu entre 1515 e 1521 e aproveitou um sólido afloramento de rocha basáltica, sendo nomeado o seu primeiro governador-geral, em 1521, Gaspar de Paiva que acaba por consagrar a Torre a S. Vicente, padroeiro da capital, cujo culto remontava aos primórdios da nacionalidade.
É curioso verificar que a maior parte das pessoa julga ser Santo António o padroeiro da cidade...
Posted by Picasa

5 comentários:

Tudo sobre Pc disse...

Nunca tevi opurtunidade de visitar a Torre de Belém, mas a minha irmã visito-a na Visita de estudo.
E a torre já teve a uns 20 metors da costa!

Tozé Franco disse...

As armas de Lisboa mostram um barco e dois corvos. O barco serviu para transportar os restos mortais de S. Vicente encontrados no Cabo de S. Vicente (Algarve)e os dois corvos, abundantes no Cabo, acompanharam o barco como "guarda de honra" às relíquias.
Quanto à torre faz-me impressão tanta decoração para um edifício com finalidades defensivas.
Um abraço.

Sei que existes disse...

Que informação interessante!
Beijocas

Maria disse...

E eu que julgava que o Sto. António era o padroeiro da cidade de Lisboa....

Estar na Torre de Belém, mesmo lá no varandim, é quase... entrar pelo mar dentro...

eliana oliveira disse...

Infelizmente, nunca fui a torre de belém.
E uma pena o caic nao organizar um visita de estudo a torre de belém para os 8º anos.