29 de nov de 2006

E foi aqui...



... que nasceu e viveu um dos notáveis navegadores portugueses: Diogo Cão.
Encontra-se na praça central de Vila Real.

Enviado por D. João II, realizou duas viagens de descobrimento da costa sudoeste africana , entre 1482 e 1486. Chegou à foz do Zaire e avançou pelo interior do rio, tendo deixado uma inscrição comprovando a sua chegada às cataratas de Ielala. Estabeleceu as primeiras relações com o Reino do Congo. Introduziu a utilização dos padrões de pedra, em lugar das cruzes de madeira, para assinalar a presença portuguesa nas zonas descobertas.
Posted by Picasa

28 de nov de 2006

Que cores...

...fantásticas reflectidas no espelho de água da Casa de Mateus, em Vila Real!
Posted by Picasa

27 de nov de 2006

O Túnel de Cedros



...acaba por ser um dos ex-libris da Casa de Mateus, em Vila Real.
Eu ia cheio de curiosidade para percorrer o famoso Túnel de Cedro...pois tinha visto umas fotografias bem aliciantes dele!!
Esta maravilha foi plantada em 1941 e tem 35 metros de comprimento, 7,5 metros de altura, muita folhagem que nos perfuma a passagem com agradável aroma. Achei curiosa a escada especial com que os jardineiros a aparam.
Posted by Picasa

26 de nov de 2006

Casa de Mateus


O clube de Arqueologia foi pela primeira vez na sua história a Vila Real o que em parte se justifica pela boa acessibilidade que esta região agora beneficia.
Tinhamos encontro marcado com a Casa de Mateus, pelo meio dia em ponto, um exemplar belíssimo da arquitectura civil barroca, construída no século XVIII, a mando de António José Álvares Botelho Mourão, 3º Morgado de Mateus.
O autor do projecto é o conhecido Nicolau Nasoni, autor da Torre dos Clérigos, no Porto, entre muitas outras obras. O edifício é composto por dois corpos salientes e simétricos e um outro central, formado por um pátio de abertura livre.
A beleza da construção acaba por ser a imagem de marca do vinho Mateus Rosé...
Posted by Picasa

Diálogo

...entre o passado e o presente! Gosto e não me choca nada. Um palácio do século XVIII, um espelho de água de meados do século XX e uma escultura, da autoria de João Cutileiro, de finais do século passado!
Posted by Picasa

25 de nov de 2006

Oito magníficos...

...num dia em cheio!
São dias destes que me levam a ficar grato por ter um clube como o Clube de Arqueologia!
Gente interessada e simpática que se entrega a um sábado, do nascer do sol até noite bem escura, para visitar património cultural.
Sair do CAIC, parar em Lamego para esticar as pernas e abastecer o estômago, na já habitual Pastelaria da Sé, visitar a Casa de Mateus e jardins envolventes, percorrer o centro histórico de Vila Real...e acabar o dia em Peso da Régua deslumbrados com o poder das águas de um Douro transbordante, que subiu 11 metros... é obra!!
Obrigado André, Cátia, Patrícia, Telmo, Inês, Catarina, Rita e Soraia, pelo dia rico que o "Arqueólogo-Moura" teve com a companhia de todos!
Para os próximos posts...esperam-se fotografias e alguns textos sobre este dia super intenso!
Posted by Picasa

24 de nov de 2006

Experiência inédita


Este baptismo de mergulho revestiu-se também de uma novidade para o "Arqueólogo-Moura"... experimentei um veículo que nos leva dar umas belas voltas debaixo de água sem nos cansarmos!! É muito interessante. Parece uma moto de água subaquática...!

Posted by Picasa

Ténis subaquático...


É interessante reparar como algumas das dificuldades inerentes a quem experimenta pela primeira vez mergulho...desaparecem quando colocamos nas mãos dos alunos uma raquete e uma bola (de golfe, devido ao peso)! A partir daquele momento esquecem toda a parte mais técnica e dedicam-se ao jogo, ao ir de encontro com a bola...e fazem-no bem e superam as dificuldades!!
Posted by Picasa

20 de nov de 2006

No fundo, no fundo...




...somos todos boas pessoas!!
Na próxima quinta-feira, mais um grupo de alunos do CAIC vai ter a oportunidade de realizar um baptismo de mergulho.
Esta primeira experiência com o mergulho que para uns à partida será sempre emocionante, para outros pelo contrário apavora, tem decorrido num ambiente controlado, por pessoas credenciadas, feita a pouca profundidade de modo a cativar o novo adepto de mergulho.
O ritual é sempre idêntico, começa por fazer-se uma introdução onde se dá a conhecer o equipamento que vai ser utilizado (garrafa, reguladores, manómetros, colete, cinto de chumbos…) e alguns dos princípios da Física, Química e Biologia que estão inerentes ao mergulho. Depois, em grupo vai-se até ao fundo… e joga-se um pouco de ténis para estar mais descontraído no meio subaquático.
A grande riqueza desta experiência reside no facto de poder cruzar-se conhecimentos de áreas científicas diversificadas, e ao mesmo tempo incutir sentido de confiança, de espírito de grupo e liberdade aos alunos que o experimentam. Também não será de descurar as potencialidades que em termos de futuro terá a arqueologia subaquática no território português, pois sabe-se que ao longo da costa portuguesa estarão cerca de 6000 barcos naufragados, muitos da carreira das Índias…sabendo-se apenas a localização de umas duas dezenas deles!!!
Por todos estes motivos esta experiência dá a oportunidade de se descobrir um novo mundo. Estou certo que os mais de 100 alunos que ao longo dos últimos cinco anos experimentaram não se arrependeram e jamais se esquecerão do ambiente sentido debaixo de água ao longo dos 30 a 40 minutos que demora o baptismo!
Esta iniciativa tem estado sempre ligada ao "Arqueólogo-Moura" e ao Luciano Mesquita que é o responsável pela parte do mergulho na escola Aquaoeste, na Lourinhã (www.aquaoeste.com) .
Posted by Picasa

19 de nov de 2006

Encontro com o passado


Podia começar este post por dizer...aqui tão perto e tão perto!
Já me tinham falado deste lagar antigo reconvertido em restaurante típico, mas nunca me tinha dado para lá ir! Hoje lá fui...ao Lagar do Avô, em Ruivaqueira, Ortigosa. Trocado por miúdos, a uns 10 minutos de Leiria.
Recomendo!! Adorei as entradas, a sopa, o bacalhau dos netos, a vitela estufada...o manjar do lagar (doce de amêndoa)...
E a complementar tudo isto, um ambiente de autêntico lagar dos séculos passados! É um passeio saboroso pelos lugares e tradições do nosso passado! Isto é pedagogia, é património!
Posted by Picasa

18 de nov de 2006

Festa da Luz


«Eu sou a Luz do Mundo. Quem Me segue não anda nas trevas, mas terá a luz da Vida»
(Jo 8.12)

Cheguei há pouco da Festa da Luz com o meu filhote onde celebrámos "Cristo nossa luz". Foi bom relembrar que no dia do baptismo passámos a ser de Cristo que nos ilumina pela Sua Palavra e nos faz homens novos.
Posted by Picasa

17 de nov de 2006

Tão perto e tão longe...

...em Alcobaça, mais propriamente no Mosteiro, encontra-se até 19 de Novembro a VIII Mostra de Doces e Licores Conventuais! Apesar de ter recebido na caixa de correio um prospecto com o programa dos quatro dias de actividades e ter sido ainda há pouco contactado por um amigo, aquele que é um "expert" em "cacos" e faianças, que se encontrava fascinado em plena cozinha do referido mosteiro com tamanhas iguarias apresentadas em cenário mais do que apropriado, ainda por cima com uma música ambiente da responsabilidade dos Gaiteiros "Gaidufa"!!
O meu amigo estava a constatar porque razão a "boca também tem um céu"...
...
Nos arquivos do mês de Maio 2006 encontramos muitos posts sobre o fantástico Mosteiro de Alcobaça, Património Mundial! Acaba por ser interessante num local onde existe tradição de doces conventuais e a herança de licores deliciosos, termos uma mostra internacional de doces e licores que ao longo de séculos foram rodeados de secretismo...
Acho fantástico estes eventos culturais e gastronómicos em locais Históricos!!
Podemos observar no Refeitório e Sala dos Monges mais de 3 dezenas de participantes nacionais e internacionais, de onde se destacam os mosteiros portugueses, espanhóis e abadias da Bretanha e Normandia!!
...
No Sábado podemos ver pelas 20.30 o Coro Gregoriano de Lisboa, na Sala do Capítulo;
No Domingo temos o Grupo Coral Ensaio, na mesma Sala do Capítulo.
...
Peço desculpa à amiga Badala...por ter colocado mais uma vez tentações que nos empurram para o pecado da gula!
Tenho muita pena de não ter hipótese de ir até Alcobaça...mas deixo a dica aos meus amigos blogosféricos!! O meu filhote vai ter uma prova de natação e a Festa da Luz este fim de semana!!
E estou a preparar três actividades para desenvolver nas próximas três semanas... um baptismo de mergulho a uma turma (8º C), uma visita a Vila Real (clube de Arqueologia) e a Lisboa para ver a exposição dedicada ao "génio" Amadeu de Souza Cardoso, na Fundação Calouste Gulbenkian (para os meus alunos do 12º ano)!!
Posted by Picasa

16 de nov de 2006

Natureza viva...


Enterrado em testes para ver... achei por bem fazer um intervalo regenerador!! Dar uma vista de olhos nas minhas fotografias e partilhar com os amigos blogosféricos uma paisagem serrana onde ainda se encontra água num estado bastante aceitável. Foram tiradas numas mini-férias que tive no ano passado, em Fevereiro, no Sabugueiro, na Serra da Estrela.
Posted by Picasa

14 de nov de 2006

Fui apanhado...

Fui "convidado" por dois amigos blogosféricos a participar num desafio!! Apesar de estar sempre renitetente a este tipo de coisas...lá aderi pela estima que tenho pelos amigos que me desafiaram!!!
O desafio consta do seguinte: cada bloguista participante tem de enunciar cinco manias suas, hábitos muito pessoais que os diferenciem do comum dos mortais. E além de dar ao público conhecimento dessas particularidades, tem de escolher cinco outros bloguistas para entrarem, igualmente, no jogo, não se esquecendo de deixar nos respectivos blogs aviso do "recrutamento". Ademais, cada participante deve reproduzir este "regulamento" no seu blog.

1ª mania... passear por locais recheados de histórias!
2ª mania... petiscar iguarias de se lhes tirar o chapéu!
3ª mania... fotografar estes momentos preciosos!
4ª mania... mergulhar nas profundezas dos oceanos!
5ª mania... levar os meus herdeiros e a minha cara metade a disfrutar destes meus prazeres, tirando a parte do mergulho que ainda não os cativou!!

Os meus convidados:
1- Arco-Íris
2- A cor do Mar
3 - Incertos Momentos
4 - Astedixie
5 - Isadora Lis
Posted by Picasa

Perdições da Lousã



A Confraria levou até ao Magusto três doces feitos com ingredientes que abundam na região da Lousã, o mel e a já referida castanha. Os talasnicos, as delicías serranas e os serranitos agraciaram todos os presentes no Magusto com a sua beleza e doçura!

Todos aqueles que participaram no Magusto CAIC 2006... já só esperam pelo do próximo ano!!!
Posted by Picasa

13 de nov de 2006

Confraria As Peraltas


Depois de ter referido que o Magusto CAIC teve aos comandos gastronómicos a Confraria As Peraltas faço agora uma breve apresentação de quando se formou e quem faz parte deste simpático grupo de pessoas.
As origens remontam a 2004 e a designação Peraltas está ligada ao nome de uma princesa que ao ser perseguida acabou por encontrar refugiu no Castelo da Lousã. Seu nome era Peralta e a Confraria que se inspirou nela apenas admite membros regulares do sexo feminino, actualmente cerca de vinte, contemplando contudo homens, como confrades honorários.
Na fotografia, podemos ver três belas e simpáticas confrades: a Isabel, a Benilde e a Deolinda! A elas devemos a deliciosa sopa de castanhas e o Sarrabulho divinal!!
Posted by Picasa

11 de nov de 2006

Magusto no CAIC



Foi um dia no qual nos sentimos em família, convivendo alunos, pais e educadores.
Posted by Picasa

Sabores da Lousã


No dia de São Martinho nada melhor que passar o dia num magusto! E quando um colega da escola organiza para toda a comunidade educativa uma oportunidade para recordar sabores ancestrais e tradições que tendem a perder-se ficamos todos muito gratos e satisfeitos.
Da cabeça do meu amigo Carlos Martins surgiu a ideia de convidar a "Confraria das Peraltas" que é especialista em apurar os sabores da Serra da Lousã para confeccionar uma interessante sopa de castanhas e um delicioso Sarrabulho.
Posted by Picasa