22 de out de 2006

Papas de Sarrabulho...


... à moda de Braga, a acompanhar rojões, tripa enfarinhada, figado e outras coisas deliciosas!!
As Papas de Sarrabulho de Braga são uma especialidade, e serviu-nos de segundo prato no já referido Manjar dos Deuses.
Pode ver-se como se confecciona as ditas papas em http://www.gastronomias.com/receitas/rec0107.htm .
Ficámos clientes do Restaurante Cruzeiro, em Santa Maria de Bouro. Pena não ficar aqui ao virar da esquina!
 Posted by Picasa

11 comentários:

Crepúsculo disse...

Já me deliciei várias vezes em deslocações profissionais que fiz ao Norte.
É muito bom, mas não posso comer muitas vezes se não... lá se vai a "linha".
O Norte de Portugal tem sem dúvida uma gastronomia muito rica e saborosa.

Tozé Franco disse...

Que ricas PAPAS.
Foi comer até não poder mais.

Joao Vieira disse...

Caro Amigo Moura,

Quando é que vamos ter o prazer de ir à "SUA" Quinta da Regaleira provar umas dessas iguarías tão apetitosas com que V.Exª tão requintadamente nos tem procurado provocar o famoso "Reflexo Condicionado" de Pablov?

As foto's estão boas...

Boa Semana de Trabalho

Abraço

Joao Vieira disse...

Caro Amigo Moura,

No Post anterior o nome do médico fisiologista russo, IVAN PAVLOV, por lapso, está incorrectamente escrito.

As nossas desculpas ao Mestre Arqueólogo e aos Leitores deste prestigiado blog.

Seguidamente, transcrevemos alguma informação que poderá interessar à Comunidade gloggista já que se trata de um assunto que nos toca a TODOS os animais... racionais ou não...!!!

Um Abraço

.....................
"Pavlov, ao estudar as secreções gástricas, descobre que sempre que era apresentado um estímulo eram produzidas secreções, facto que acontecia de um modo semelhante em todos os elementos de uma espécie animal: são chamados reflexos inatos [reacções automáticas naturais]:
(ex. num cão verifica-se a produção de saliva quando é apresentado um alimento, facto que serve para ajudar a ingestão do alimento.)

Para além destes reflexos descobre que se podem desenvolver reflexos aprendidos podendo assim proceder-se a uma alteração dos comportamentos.

Os reflexos aprendidos ou condicionados, eram produzidos pela associação de um estímulo novo (estímulo que não produzia inicialmente nenhuma resposta específica) ao estímulo antigo (que já desencadeava o reflexo inato).

Para Pavlov, aquilo que se denominava por espírito mais não era do que a actividade do cérebro.

Dedica-se, por isso, a estudar profundamente a actividade nervosa superior, estabelecendo um conjunto de leis fisiológicas que acabaram por lhe merecer o Prémio Nobel da Medicina em 1904.

É no córtex cerebral que se vão formar, modificar e desaparecer os reflexos condicionados.

A psicologia, que deveria tomar a designação de Reflexologia, estaria limitada ao estudo dos reflexos:
Os reflexos - inatos e condicionados - seriam o fundamento das respostas dos indivíduos aos estímulos provenientes do meio.

E é a partir das suas pesquisas sobre o condicionamento que Pavlov vai explicar os processos de aprendizagem, destacando-se o estudo sobre a aquisição da linguagem.

O Condicionamento:
Apresentando repetidamente o estímulo novo e de seguida o estímulo antigo (do qual resultava a resposta inata) ao estímulo 2 passava a ser semelhante ao estímulo 1.
Após um determinado número de repetições bastava apresentar o estímulo 2 para obter a resposta inicialmente provocada pelo estímulo 1.
(ex. tocando uma campainha antes de se apresentar a comida ao cão este começava a salivar não só quando via o alimento - reflexo inato - mas também ao ouvir a campainha - reflexo condicionado).

Para estabelecer esta experiência foi necessário isolar o cão do meio externo, controlando todos os estímulos que este recebia (sons, imagens) pelo que até o som do tratador a aproximar-se passou a significar a possibilidade de comida.

Contudo este condicionamento não era definitivo já que após algumas situações sem apresentação da comida, o cão deixava de responder à campainha.

As formulações de Pavlov e de seu colaborador Bechterev influenciaram a psicologia norte-americana através da escola behaviorista.

Skinner, posteriormente, vai caracterizar as formas de condicionamento pavlovianos- watsonianos como "respondentes" em contraposição aos condicionamentos operantes.

O comportamento respondente corresponderia às acções vinculadas ao sistema nervoso autónomo, enquanto que o comportamento operante está ancorado no sistema nervoso central.

Actualmente, este tipo de condicionamento é identificado como condicionamento clássico sendo depois desenvolvido por Skinner num condicionamento operante."

(para mais informação consultar o URL:
http://www.prof2000.pt/users/isis/psique/unidade1/objecto/pavlov.html)

bettips disse...

Ora, senti-me como o tal cãozito! Abano o riso com as tuas fotos, deliciosas. Ainda porque as quiseste partilhar com a gente, estão lindas...não é preciso paisagem mas gosto pelas coisas. Bjinho

Arte por um Canudo 2 disse...

Até se sente o cheiro.Deliciosos os pratos apresentados como delicioso culturalmente é este blogue.Temas ricos que suscitam reflexão. Parabéns e força. Um abraço.

asn disse...

Sabem que horas são, neste momento? 1h59 minutos e estou a ouvir a fantástica canção "Memory" na voz maravilhosa da encantadora "Barbra Streisand" quem é que diz que ela é feia?...).
Já repararam concerteza que este post teve mais um colaborador? De palmo e meio de tamanho mas, ou muito me engano ou anda por ali muita insppiração...veremos o que o Futuro lhe reserva!
Vou ser o maior propagandista que me for possível deste blogue.
Simplesmente fantástico!
A Zaida está-me aqui ao lado a dar-me um raspanete mas sempre quero ver se tem coragem de apagar este comentário.
Disse.
António
Vão ver http://gatimanhos.blogspot.com
. Parcipação especial do Gui Moura.
E esta hem, Carlos Moura?

asn disse...

Claro que não podia deixar de deixar aqui a minha nota de reportagem antes de ir chonar, que bem precisado estou.
Quanto aos petiscos virtuais ficam-se por aí, são muito bonitos, têm aspecto de bons sabores mas temos que provar isso ao real.
Assim não chega! Já é alguma coisa mas falta a necessária deglutição para se apreciar na sua plenitude.
mmm até amanhã ou outro dia...Nem sei qual foi o resultado do Porto. O Benfica sei que ganhou...para o susto!
Deixem lá, se o FCP perdeu (repito que ainda nã sei qual foi o resultado) não é nada que não se resolva com umas tripas à moda do Porto ali na Ribeira, por exemplo. Nada mau!
Um abraço a todos.
asn

IMAGE disse...

Obrigado pela visita.

O seu blog é muito bom assim como o leque de comentadores.

Parabéns

cascão disse...

está bem que as papas podem não ser assim tão boas... mas o stor João Vieira (meu querido e adorado stor de f.q.) escusava de fazer um comentário assim tão longo de Pavlov de nos matar à seca...

Flor disse...

Jamais provei as tal papas, sou aqui do Brasil, quem sabe um dia !

Belas fotos, belo blog!

Sou do blog do teu pai, propagandista de primeira!
Abraços