17 de out de 2006

O Torreão e a Casa das Palmeiras


O Torreão acaba por ser um dos ex-libris do CAIC pois vê-se bem da estrada e todas as entradas no recinto se fazem por lá. É fruto da paixão romântica dos Condes da Esperança que nesta construção apostaram num revivalismo medieval, mais concretamente da época gótica. Este romantismo está presente na criação de uma gruta e das estátuas guardiãs que nos fazem relembrar a época do Egipto Antigo!
No piso inferior do Torreão está o porteiro e no piso superior encontram-se as instalações da Associação dos Antigos Alunos do CAIC e que acabam por estar ligados à casa que os "formou" ao participarem em inúmeras actividades desenvolvidas ao longo do ano lectivo.
A Casa das Palmeiras que no meu tempo de aluno era um edifício praticamente em ruínas...está hoje recuperada e serve de "hotel" aos grupos de alunos que nos visitam, quer devido aos torneios desportivos, quer nos intercâmbios que fazemos com outras escolas (são frequentes grupos de colégios da Companhia de Jesus da nossa vizinha Espanha).
 Posted by Picasa

3 comentários:

Badala disse...

Não fazia ideia que o colégio era tão bonito e tinha tanta história!
Ainda bem que é assim.

Moura disse...

E como eu sou de História da Arte acabo por "viver" e sentir de forma especial o local e o ambiente que encarna o espírito romântico do século XIX.
E como já disse acabo por ter metade da minha vida nesta casa...17 anos em 34 de idade! Nunca mais se repetiráeste dado curioso.

Vitorino disse...

ENTÃO JÁ NINGUÉM SE LEMBRA DO IRMÃO QUINTELA ? AQUELE QUE NOS ARRANJAVA MEIAS SOLAS E AS PALMINHAS PARA OS SAPATOS ? E POR 1 ESCUDO NOS ARRANJAVA UM GRANDE SACO DE RESTOS DE HÓSTIAS.....BELAS RECORDAÇÕES DA CASA DAS PALMEIRAS....