16 de out de 2006

CAIC


Em Dezembro de 1954 é lançada a primeira pedra do edifício do Colégio, e em Outubro do ano seguinte é inaugurado o Colégio Apostólico da Imaculada Conceição (CAIC), como escola vocacionada para a formação dos candidatos ao sacerdócio da Companhia de Jesus. A partir de 1975 define-se como um colégio ao serviço da região e assim vai crescendo.
Está situado em Cernache, uma pequena localidade de cerca 4000 habitantes, a 4 Km de Condeixa e a 6 Km de Coimbra, sede de Concelho.
 Posted by Picasa

11 comentários:

Tozé Franco disse...

Boas fotos...
Um abraço.

Badala disse...

Olá Moura. Estou de volta. Afinal o teu colégio sempre é em Cernache, como eu pensava. Bom para ti.
Pensei nesse colégio quando disseste que ficava perto de Coimbra, porque o Marco ( com quem debateste no outro post), fez lá o estágio e eu namorava com ele nessa altura ( agora estamos casados). Como o mundo é mesmo pequeno!
O Marco é contratado e já passou por bastante. Este ano está a dar aulas em Odivelas e eu em Porto de Mós.
Mas gosto de pensar que o que é importante é termos os dois emprego.

Muito bom ano para ti. Que fiques nesse colégio enquanto desejares. Fico contente por ser uma boa escola.
Beijinhos.

Moura disse...

Pois é, ele deu lá estágio mas conseguiu passar despercebido!
É aborrecido andar com a casa às costas pelo motivo de se ser professor.É algo com que discordo plenamente. É o que me repugna mais em relação ao sistema público. Acho que em ambos os sistemas se deve privilegiar a competência, a seriedade e o profissionalismo.
Um abraço cara colega

Anônimo disse...

Vim parar ao seu blog através de um que apreciamos em conjunto, cujo autor é Femané. Mas o que mais me atraiu foi a sua foto de mergulho. Eu também pratico mergulho. Outro mundo o que existe nesses mares, não é? Claro que aproveitei para espreitar o seu blog. Parabéns. Muito interessante.

Luana

manuel neves disse...

Viva!
Uma escola com uma ilha, uma mata, um jardim, o belo torreão, gente que sente e transmite solidarieadade, professores, outros não professores, alunos, qietos, irriquietos, barulhentos, em silêncio, Cristo, oração.
Uma escola assim não existe?!
Existe sim! Chama-se "CAIC".
Obrigado a TODOS...

Moura disse...

Cara Luana,
é prática frequente fazer baptismos de mergulho a alunos meus! É fantástico! Nos arquivos iniciais deste blog tenho algumas fotografias desses momentos que ficam para sempre na memória dos miúdos que tenho levado até à Lourinhã ( www.aquaoeste.com )para baptizar na piscina do meu amigo Luciano Mesquita com quem tirei o curso de mergulho PADI.
Este período já tenho um baptismo marcado para uma turma do 8º ano... e no fim do ano lectivo lá vou eu com duas turmas até ao paraíso das Berlengas para mergulhar em apneia!
Um abraço e obrigado pelo comentário.

Anônimo disse...

Eu tenho 1,92m. Passo facilmente despercebido.

Moura disse...

Os homens não se medem aos palmos. Eu quando me referi que passou despercebido foi pelo facto de cerca de 99% da comunidade educativa não se lembrar que passou por aquela casa.
Mas pelos vistos somos mesmo todos ingénuos no CAIC. Temos dificuldades de ver aquilo que é pelos vistos evidente!

Anônimo disse...

Claro que os Homens não se medem aos palmos. Era só uma piada, mas parece que não resultou.
Sim, passei despercebido, é verdade. So what? Tinha de beijar a mão a alguém?
Em todo o caso gostei do valor 99%... Teve piada.
O caro Moura está a ser demagógico,eu nunca sequer insinuei que todos no CAIC eram ingénuos.
Agora, tem de aceitar que para quem as cunhas são um fenómeno estranho, acusou demasiado o toque.

Moura disse...

Com toda a certeza! Já reparou que a maneira como se refere às pessoas é sempre em tom provocatório! Sei que o facto de estar longe de casa o deve perturbar pelo que faz questão de referir sempre o seu tamanho!! Agora, uma coisa é certa, no CAIC passou mesmo despercebido, até no grupo disciplinar a que pertencia e até gostaria de ter pertencido. Caso contrário aconteceu com a sua colega de estágio Cecília que marcou a comunidade educativa com a sua passagem, quer pelos trabalhos desenvolvidos que acabou por oferecer à escola, quer pela simpatia e competência demonstrada, o que se repercutiu logicamente na nota de estágio que ambos tiveram...
Apesar disso e como no CAIC as cunhas não funcionam (mesmo) acabou por ficar à mercê dos seus tão apregoados e justos concursos nacionais.
Somos uma casa de BEM. Com VALORES. Por isso escolhemos as pessoas que queremos ter a trabalhar. Os VALORES e as ATITUDES não aparecem nos currículos. Graças a DEUS que não é nem nunca será DIrector de um Colégio porque já percebemos a sua filosofia "cunhal" quanto à selecção.
Aquilo que insinua levianamente foi um acto de provocação. Acusei o toque, claro está. Sou sério e não admito que alguém que não conheço faça insinuações a mim e ao meu colégio.
Espero que a conversa acabe por aqui e que se reduza ao seu dito prédio de 3 andares com 37 anos de provisório.

Bruna disse...

e ainda bem k se lançou a primeira pedra.porque se não fosse assim não teríamos este maravilhoso colégio.
um beijão para si stor.
Bruna