16 de abr de 2006

Baptismos de mergulho

No dia 17 de Março, mais um grupo de alunos do CAIC teve a oportunidade de realizar um baptismo de mergulho. Esta primeira experiência com o mergulho que para uns à partida será sempre emocionante, para outros pelo contrário intimidatória, tem decorrido num ambiente controlado, por pessoas credenciadas, feita a pouca profundidade de modo a cativar o novo adepto de mergulho.
O ritual é sempre idêntico, começa por fazer-se uma introdução onde se dá a conhecer o equipamento que vai ser utilizado (garrafa, reguladores, manómetros, colete, cinto de chumbos…) e alguns dos princípios da Física, Química e Biologia que estão inerentes ao mergulho. Depois, em grupo vai-se até ao fundo… e joga-se um pouco de ténis para estar mais descontraído no meio subaquático.
A grande riqueza desta experiência reside no facto de poder cruzar-se conhecimentos de áreas científicas diversificadas, e ao mesmo tempo incutir sentido de confiança, de espírito de grupo e liberdade aos alunos que o experimentam. Também não será de descurar as potencialidades que em termos de futuro terá a arqueologia subaquática no território português, pois sabe-se que ao longo da costa portuguesa estarão cerca de 6000 barcos naufragados, muitos da carreira das Índias…sabendo-se apenas a localização de umas duas dezenas deles!!!
Por todos estes motivos esta experiência dá a oportunidade de se descobrir um novo mundo. Estou certo que os cerca de 100 alunos que ao longo dos últimos quatro anos experimentaram não se arrependeram e jamais se esquecerão do ambiente sentido debaixo de água ao longo dos 30 a 40 minutos que demora o baptismo!
No site www.aquaoeste.com podem ser vistas algumas fotos tiradas nos baptismos a alunos do CAIC, bem como as noticias que foram publicadas nos Olarilas sobre os mesmos.

Nenhum comentário: