22 de fev de 2011

Na terra, no ar e no mar...




... podemos ter experiências sensacionais! Destaco a adrenalida de saltar a 4 mil metros e atingir os mil em pouco mais de 22 segundos, deslocando-se o corpo a uma média superior a 200 Km/h... a emoção de acelerar num carro que nunca se nega e parece estar sempre controlado... e a calmia do fundo do mar, onde as cores frias e o barulho das bolhas de ar que saem da garrafa fazem lembrar os documentários do saudoso Jean Jacques Costeau!
No fundo, no fundo... são experiências que recomendo vivamente!

Nenhum comentário: